23
Dez 08
publicado por Fábio Matos Cruz, às 15:23link do post | comentar

«Percebo que numa situação de crise e de recessão económica os governos queiram estimular a economia e o investimento. Mas esta atitude voluntarista pode não ser suficiente, pois alguns destes grandes projectos podem não ser financiáveis. Ninguém pode garantir que vai haver financiamento, nem mesmo o Tesouro português o pode garantir, por isso admito que alguns dos grandes projectos venham a ter que ser repensados.»

 

«As PME são um segmento a que os bancos atribuem grande prioridade comercial. Os bancos mais facilmente preferem escusar-se a financiar alguns dos projectos, do que prejudicar as PME. As PME estão cá sempre, são permanentes, têm negócio recorrente. É uma actividade muito importante para os bancos.»

 

Fernando Ulrich, presidente do BPI, em entrevista ao Público.


Ler
pesquisar neste blog
 
arquivos
blogs SAPO