12
Fev 09
publicado por André Pereira, às 16:31link do post | comentar

Nos primeiros 8 meses de 2008 morreram 32 mulheres vítimas de violência doméstica. Estamos a falar de Portugal, um país que se diz desenvolvido. Envergonho-me como português e como homem. Todos sabemos que muitos casos não chegam ao conhecimento público por medo, vergonha ou falta de confiança na justiça. É preciso criar mecanismos que possam verdadeiramente proteger as mulheres . São necessárias medidas rápidas e eficazes. Uma mulher não pode denunciar o seu caso às autoridades e voltar para junto do agressor. Alterem-se as leis. O que não pode continuar é o clima de impunidade que paira nas cabeças desses monstros agressores.

Enquanto tudo isto continuar podem chorar-se muitas lágrimas de crocodilo, mas elas vão continuar a morrer e a sofrer. Até quando?


Ler
pesquisar neste blog
 
arquivos
blogs SAPO