26
Jun 09
publicado por Alexandre Veloso, às 14:22link do post | comentar

Alguém consegue entender a posição do Governo perante a situação que envolve a PT e a TVI? Eu não.

 

Na quarta feira Sócrates disse no Parlamento que não sabia de nada. Depois veio Mário Lino corroborar as afirmações do "Chefe" e para completar veio depois o ministro da Presidência, uma espécie de Sócrates Júnior no quesito arrogância, afirmar que as insinuações de Manuela Ferreira Leite não tinham fundamento.

 

A questão principal é a seguinte: Sócrates sabia ou não do negócio que envolvia a possível compra de parte da Media Capital, grupo no qual está inserida a TVI, por parte da Portugal Telecom?

 

Se sabia, e mentiu no Parlamento quando disse que não sabia, porque não disse nada? Não é obrigação do Estado, que têm uma "goldenshare" na PT, saber dos negócios que esta faz?  Se não sabia realmente de nada, acaba por fazer papel de palhaço, porque vê que na PT ninguém se importa minimamente com a opinião do Governo.

 

A sua posição, de agora se opor ao negócio "para evitar suspeições", já vêm tarde. Desde quarta-feira é que se esperava esta decisão. O Governo nunca podia ter dado a entender que não sabia de nada. Sócrates passou para o público a imagem de um "tontinho" alheado da realidade.

 

Razão tinha a líder do PSD quando afirmou que era impossível o PM não saber de nada. Em relação à suspeita lançada pelo CDS, de que o Governo desinteressou- se do negócio porque soube que não haveria mudança de director-geral na TVI, não acho que tenha grande fundamento, apesar de ser legítimo o raciocínio feito pelos centristas.

 

Toda esta situação só veio piorar a imagem de José Sócrates. Primeiro não sabia, depois sabia, primeiro era a oposição que lançava suspeições, depois vem a reprovação do Governo ao negócio de forma a evitar suspeições. Em que é que ficamos?

 

Ficamos cada vez mais com a imagem de um Primeiro-Ministro cansado e que não sabe muito bem em que país é que vive. Para que tanta arrogância e tantas ironias no Parlamento se afinal era o CDS que tinha razão? Para que as farpas lançadas por Sócrates Júnior (Silva Pereira) a Manuela Ferreira Leite se era ela que tinha razão? Simplesmente para que?

 

PS: Depois de ver as declarações de Sócrates em 2004, na oposição, a dizer que o Estado não devia ter mais propriedade do que aquela que já tem no serviço público, e ver a omissão que o seu Governo teria neste negócio, fica a pergunta?: Que moral tem Sócrates para criticar o PSD por ter uma posição quando está no Governo e outra quando está na Oposição? NENHUMA. Quem tem telhados de vidro não deve atirar pedras ao vizinho. E isto serve para os dois "vizinhos" que dominam a política em Portugal

 

 Aqui fica o vídeo do Jornal da Noite de ontem. Basta ver os primeiros seis minutos para ouvir as palavras do "Grande Líder" em 2004.

 


Ler
pesquisar neste blog
 
arquivos
blogs SAPO