16
Dez 08
publicado por Leonel Gomes, às 19:42
editado por Fábio Matos Cruz às 21:08link do post | comentar

Manuel Alegre tem sido, nestes quase 4 anos de governação socialista, a maior oposição de José Sócrates. Não bastava ter sido candidato às eleições presidenciais sem qualquer apoio partidário, e numa altura em que o candidato oficial era Mário Soares. O político escritor  voltou a importunar o "intocável" Sócrates, mormente quando votou a favor do casamento homosexual (na altura todos os deputados do PS votaram contra) e, mais recentemente, quando colocou a hipótese de criar um novo partido político.

Atendendo a estes casos, podemos concluir duas coisas: a primeira refere-se ao facto de não existir total harmonia no interior do PS; a segunda é que a verdadeira oposição a José Sócrates é feita, não por Manuela Ferreira Leite, mas sim por alguém do seu partido.


Aprecio e tenho imensa consideração pelo Manuel Alegre, mas não sei se será boa ideia o que ele está a fazer, visto que favorece é o PSD. Ele poeta é inultrapassável e a politica não lhe vai a preceito.
jo a 16 de Dezembro de 2008 às 20:20

Se Manuela Ferreira Leite continuar à frente do PSD até às legislativas, então não há partido que valha aos laranjas. Nem que Manuel Alegre ressuscite o Álvaro Cunhal para levar o PCP às urnas.
Simão Martins a 17 de Dezembro de 2008 às 01:03

Ler
pesquisar neste blog
 
arquivos
blogs SAPO